Para começar a semana bem informado – 13 a 17 de julho

//Para começar a semana bem informado – 13 a 17 de julho

Para começar a semana bem informado – 13 a 17 de julho

By |2020-07-15T18:36:26-03:0014/07/2020|Notícias|0 Comments

Linha de crédito para micro e pequena empresa terá reforço de R$ 6 bilhões

O governo pretende realocar o dinheiro não utilizado da linha de financiamento da folha de pagamento das empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões para reforçar o Pronampe (Programa de Apoio às Empresas de Porte Pequeno), que já está perto do seu limite inicial.

Há margem para direcionar mais R$ 6 bilhões, segundo a equipe econômica. O dinheiro que será aportado no FGO (Fundo de Garantia de Operações).

Esse fundo já recebeu R$ 15,9 bilhões do governo federal e poderá ser acionado pelos agentes financeiros para cobrir a inadimplência das operações. O fundo arca com 85% do risco de calote, enquanto as instituições financeiras ficam com os 15% restantes.

Atividade econômica em maio fica abaixo do esperado no país

A atividade econômica da economia brasileira medida pelo Banco Central ficou, em maio, abaixo das expectativas de analistas.

A estimativa era de uma alta de 4,5% do índice de atividade econômica (IBC-Br) na comparação com abril, mas o resultado divulgado nesta terça (14) mostrou uma variação de 1,3%.

A alta ocorre após dois meses de contração recorde do indicador, resultado da paralisação econômica provocada pela pandemia no novo coronavírus.

Banco Central projeta queda de 6,1% na economia em 2020 

A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira neste ano foi ajustada de 6,50% para 6,10%, segundo o boletim Focus, publicação divulgada semanalmente pelo Banco Central, com a projeção para os principais indicadores econômicos a partir de consultas a instituições financeiras. Para o próximo ano, a estimativa é de crescimento de 3,50% no PIB (Produto Interno Bruto). 

O boletim também destaca projeção de 1,72% para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) até o fim do ano – maior que os 1,63% do boletim anterior. O mercado financeiro espera que a Selic encerre 2020 em 2% (atualmente está em 2,25%) e o dólar em R$ 5,20, com tendência a queda para R$ 5 em 2021.

Pesquisa aponta alto índice de incerteza na economia

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br), da Fundação Getulio Vargas, sinalizou queda de 7,3 pontos em julho, para 166,3 pontos, a partir de dados coletados no período de 26 de junho a 9 de julho.

Segundo a FGV, após o terceiro mês consecutivo em queda, o nível do IIE-Br de julho se aproxima do de março, de 167,1 pontos, quando começaram as medidas de isolamento social para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

A FGV prevê que os próximos resultados do índice dependem da evolução da pandemia no país e da velocidade de normalização das atividades econômicas, além da aquietação das tensões políticas.