Boletim de notícias – Trevys FIDC

//Boletim de notícias – Trevys FIDC

Boletim de notícias – Trevys FIDC

By |2020-09-25T18:28:02-03:0025/09/2020|News|0 Comments

Banco Central prevê queda de 5% no PIB neste ano

O Banco Central diminuiu a estimativa de queda para o PIB (Produto Interno Bruto), de -6,4% para -5%, em 2020. Já o Ministério da Economia, calcula uma queda de 4,7% do PIB no mesmo período. Com a disparada recente no preço de alguns alimentos, subiu de 1,9% para 2,1% a previsão da inflação no final do ano.

 

FIDCs para financiamento de insumos agrícolas têm emissões de 378,3 milhões

Os FIDCs (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios) atrelados ao agronegócio tiveram emissões de R$ 378,3 milhões de janeiro a 10 de setembro de 2020. As principais cadeias beneficiadas foram as de sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas.

 

IDP soma US$ 1,430 bilhão em agosto

O Investimento Direto no País (IDP) somou US$ 1,430 bilhão em agosto. No acumulado do ano, o ingresso de investimentos estrangeiros destinados ao setor produtivo somou US$ 26,957 bilhões e, no acumulado dos 12 meses até agosto deste ano, o saldo de investimento estrangeiro ficou em US$ 54,461 bilhões – o que representa 3,51% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Artes, transporte, alojamento e alimentação são atividades mais prejudicadas na pandemia

O Ministério da Economia publicou uma portaria que lista as 34 atividades mais prejudicadas no Brasil pela decretação do estado de calamidade pública devido à Covid-19. Segundo o governo, o levantamento foi feito para priorizar e orientar as instituições financeiras oficiais de fomento na concessão de crédito. Entre as mais afetadas, estão atividades artísticas, criativas e de espetáculos; transporte; serviços de alojamento; serviços de alimentação;  fabricação de veículos e fabricação de calçados e de artefatos de couro.

 

Desemprego sobe 27,6% em quatro meses de pandemia

A população desocupada no Brasil aumentou 27,6% de maio a agosto. Atualmente, são 12,9 milhões de desempregados no país. Em agosto, o IBGE estimou a população ocupada do país em 84,4 milhões de pessoas (aumento de 0,8% em relação a julho), mas ainda acumulando redução de 2,7% em relação a maio.