Professor da USP, Marcelo Pedroso diz que inovação é o caminho para a retomada da economia

/, Planejamento Financeiro/Professor da USP, Marcelo Pedroso diz que inovação é o caminho para a retomada da economia

Professor da USP, Marcelo Pedroso diz que inovação é o caminho para a retomada da economia

By |2020-09-28T15:31:03-03:0028/09/2020|News, Planejamento Financeiro|0 Comments

A inovação é a pedra angular para a retomada da economia. Essa é a opinião de Marcelo Caldeira Pedroso, coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Empreendedorismo e professor livre-docente da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP).

Em artigo recente, ele aborda as perspectivas para o cenário pós-pandemia e destaca de que forma podemos contribuir para tornar o país melhor, colocando a inovação como prioridade.

“[O termo] ‘retomada’ implica dar continuidade a algo, ou continuar o que foi interrompido. Certamente é importante voltar a fazer algo que já fazíamos, assumindo que seja efetivo. No entanto, a pandemia causou uma ruptura (ou ‘disrupção’), ou seja, uma interrupção do curso normal de um caminho. O novo caminho, também chamado de novo normal ou pós-normal, certamente será diferente do anterior. Assim, espera-se que novos caminhos sejam trilhados na retomada da economia.”

Marcelo Pedroso

O professor da USP Marcelo Pedroso

Marcelo Pedroso cita como segmentos variados reagiram após a adoção do distanciamento social como estratégia para mitigar os efeitos da pandemia. 

“Como resposta ao distanciamento social, alguns setores passaram por mudanças. Dentre estes estão a saúde (por meio da telemedicina), educação (ensino a distância), alimentação (serviços de delivery), entretenimento (entretenimento a distância) e atividades administrativas (home office)”, comenta.

Para ele, parte dessas mudanças pode ser incorporada após a pandemia. “A adoção de novas tecnologias na educação, bem como a combinação de atividades presenciais e virtuais, podem fazer com que o blended learning (ou ensino híbrido) seja considerado o novo normal na educação.”

A natureza da inovação, por Marcelo Pedroso

O professor reflete sobre o que poderá ser aproveitado e o que deve ser reinventado no pós-pandemia. ”Alguns conceitos, práticas e conhecimentos continuarão válidos, porém aplicados em outro contexto (o novo normal), o que é uma forma de inovação. E outros conceitos, práticas e conhecimentos deverão passar por uma reinvenção. Esta é a própria natureza da inovação”, afirma.

Outro exemplo lembrado pelo educador foi o Censo Covid-19, sistema de indicadores para monitoramento da capacidade do sistema de saúde e evolução da epidemia, que teve adesão de 99% dos hospitais do estado.

“Os indicadores do Censo Covid têm sido centrais para o desenvolvimento do Plano São Paulo, que é a estratégia do governo do estado de São Paulo para combater a Covid-19. Nesse caso, três dos cinco critérios do Plano SP são calculados por meio dos dados do Censo Covid. Esses dados fornecem as evidências para as decisões governamentais no âmbito da pandemia”, diz.

Concluindo seu raciocínio, Marcelo Pedroso responde à pergunta “como podemos contribuir para tornar o país melhor após a pandemia?”: “Considere a fase de retomada como uma oportunidade de reinvenção, ou seja, de inovação”.

*O artigo “A inovação como pedra angular para a retomada da economia” está disponível na íntegra em https://bit.ly/3kzbuZ4